13/07/17 “Re-ligare”

Lua Disseminadora em Peixes e a difícil tarefa de fecundar a sociedade partilhando as recentes e intensas experiências e revelações da Lua Cheia. Isso que ainda pode estar doendo individual e subjetivamente, que ainda está sendo processado devido aos seus fortes e profundos impactos, já precisa circular em trocas e partilhas para que possa ser objetivamente aplicável num todo maior. O “sacro ofício”, tão ligado a Peixes, demanda agora um senso de responsabilidade também em termos sociais básicos. É quando a nossa dor mais íntima, os nossos incômodos mais pessoais e/ou as nossas descobertas mais maravilhosas são também “a dor e a delícia do mundo” e percebemos que não estamos sós, que somos todos um. É quando mergulhamos juntos no mesmo mar de risos ou nos entregamos à cumplicidade de um abraço que chora e da nossa partilha de Alma vem o alívio que pode curar e se propagar em ondas. Por outro lado, se entregar a um possível “senso de derrota” generalizado, ao “de que adianta?” é ficar cada vez mais vulnerável diante do “estado de coisas” tal como já está estabelecido. A prática do “re-ligare” através do compartilhar sagrado de nossas experiências, principalmente as mais difíceis, me parece uma alternativa mais fluida e criativa diante do assustador crescimento do “fanatismo religioso institucional” que vem alastrando suas desastrosas consequências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s