06/10/17 “Segue o baile!”

A Lua Cheia “brota” do horizonte quando o Sol mergulha na escuridão. Cheia de luz, é farol “no Céu” que ilumina a Terra a noite inteira e só “descansa” quando o Sol traz a manhã de um novo dia. Assim, revezando tarefas, os luminares parecem nos mostrar, na prática, a importância da cooperação. É claro que se houver supremacia e exploração de um sobre o outro, esse belo equilíbrio se desfaz. Revolucionário é o afeto, “a liga” capaz de conjugar a “afirmação do eu” e o “direito do tu”. Paradoxalmente, é também o afeto desmedido que pode provocar separações. Em todo caso, é nessa dança afetiva de “altos e baixos”, “tangos e valsas”, que a gente vive em relação. E “Se não tivesse o amor? (…) Melhor era tudo se acabar” (Baden e Vinicius, amados!). É bom que para apaziguar de doçuras os ânimos da noite, às 20:56-RJ, a Lua ainda bem cheia, mas já exaltada em Touro, nos abraça apertado mostrando, na prática, que a beleza e a plasticidade dos corpos também constroem as relações: “você bota a mesa, eu como, eu como, eu como, eu como, eu como… você…” (Salve, Caetano!). E a gente segue aprendendo, amadurecendo afetos em amor que fundamenta. Segue o baile! (Obs: o wordpress aqui me avisando que esse “baile-blog-do-amor” faz hoje um ano de vida, todo dia, todo dia… ❤ Gratidão!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s