12/01/18 “Um ciclo gera o outro”

Lua minguando já em Sagitário nesse “Céu de Capricórnio”, Júpiter e Marte em Escorpião e coisa e tal: vamos lembrando, em perspectiva ampliada, sobre essa lunação do Sagitário que vai chegando ao fim, observando quais eram nossas necessidades e metas, nossos impulsos para o salto, lá na Lua Nova (18/12/17); percebendo o quanto foi possível avançar ou não nessa aventura de desejo de alargamento de nossas fronteiras (de conhecimentos, geográficas, de nosso vigor físico); levando a memória até a Lua Cheia (do dia 01/01/18 para o dia 02/01) e suas revelações acompanhadas de uma necessidade de equilíbrio e nutrição emocional mais adequada. Às 20:30-RJ, a Lua já fica “Balsâmica” e nos sensibiliza a sintonizar com tudo o que foi gerado desde a Lua Nova, deu frutos que “caíram de maduros” de novo sobre a terra e que se abrem deixando as sementes, novas necessidades, para o próximo ciclo de lunação do Capricórnio. O paradoxo do “fim-começo-futuro” em potência (gratidão lunar, Rudhyar!). Um ciclo gera o outro e, assim pela eternidade, a Lua mantém a Vida que nos atravessa em fases. Incenso aceso dentro, seguimos em revência e gratidão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s